Conteúdo Principal

O aspecto de um quadro pode proporcionar intensa satisfação ao espectador que seja sensível às estruturas organizadas nas artes visuais. Entretanto, a imagem expressiva não tem de estar necessariamente ligada a uma forma representativa da arte, mas dar ao espectador uma emoção diferente. Em certas pinturas a imagem que se comunica vigorosamente ao espectador nem sempre representa um objeto específico. Os quadros de Sonnia Guerra são evocadoras combinações de forma e cor suscetíveis de sugerir ou criar ambiente ou atmosfera que o observador sensível pode perceber como uma imagem expressiva.
Como toda artista interessada nos valores do seu tempo, Sonnia Guerra apresenta seus últimos trabalhos em nova linguagem visual mais expressiva. Cuidadosa na ordem, na harmonia, na construção, consegue, numa audácia lógica, equilibrar a verticalidade dos quadros com as massas em cores variadas que cobrem livremente as superfícies das telas em ritmos horizontais
Sonnia, sem se afastar da inspiração lírica e com crescente interesse pela obra de arte, consegue uma bela e excitante combinação de formas e cores que satisfaz uma necessidade estética, sem depender do potencial representativo, o que faz dela uma pintora audaciosa e virtual.

Héris Victória Guimarães - Professora catedrática da Escola Nacional de Belas Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro.